terça-feira, 15 de março de 2011

INVEJA: SENTIMENTO RUIM OU INSEGURANÇA POR NÃO CONSEGUIR O QUE QUEREMOS?

De acordo com o Wikipédia, um grande site de pesquisa da internet, inveja é definida como um sentimento de aversão ao que outro tem e a própria pessoa não tem. Esse sentimento gera o desejo de ter exatamente o que a outra pessoa tem, pode ser coisas materiais ou qualidades de um indivíduo. A palavra inveja é definida no dicionário como sentimento de cobiça á vista da felicidade, da superioridade de outrem: ter inveja de alguém.
Mas por que sentimos inveja? Será por não conseguirmos uma coisa que o vizinho, amigo, familiar, tem?  Ou por que DEUS não quis nos dar uma coisa que todo mundo tem, menos nós? Ou não temos paciência com alguma coisa que queremos  muito e nossos conhecidos conseguiram primeiro, por isso começamos invejá-lo? Existem muitos motivos para se sentir inveja, mas o principal é que não acreditamos na nossa capacidade, assim, não nos sentimos especial, por isso invejamos a capacidade e a essa coisa especial que citei acima. Para mostrar melhor essa definição, darei três exemplos de inveja, que é um dos sete pecados capitais, muito confundida com a Avareza.
Exemplo 1: o mais normal. Seu vizinho tem um carro de última geração e você só tem um carro de modelo antigo. Quando você olha o carro do seu vizinho, quer um igual, mas não possui dinheiro suficiente pra comprar, por isso inveja o carro de seu vizinho, desejando que ele quebre, o chamado "OLHO GORDO" e podem acreditar caros leitores, isso pega e dá uma zica danada.
Exemplo 2: muito comum entre as mulheres. Sempre em um grupo social, por exemplo na escola, existe aquela menina que causa muito frison entre os meninos por ser bonita de corpo e por ser muito simpática. Daí , as outras se sentem incomodadas com essa popularidade dessa menina bonita, gerando a inveja sobre aquele cenário. Por que caros leitores, as mulheres não se arrumam para os homens, se arrumam para um disputa entre elas, por isso sempre quando uma mulher se destaca, as outras querem tira-lá do trono.
Exemplo 3: muito comum em instituições religiosas. Você está a mais de dez anos pertencendo a uma igreja, você quer muito ter uma estabilidade financeira boa, por isso ora ou reza para DEUS, faz jejum, paga promessa, enfim faz de tudo pra conseguir isso e isso você pede à vários anos, mas até agora nada. Quando em um certo dia, uma pessoa entra na sua igreja, começa a ser membro dela, participando de tudo, e depois de um certo tempo, essa pessoa começa a ficar com uma estabilidade financeira boa, uma coisa que você pediu vários anos, gerando a inveja em um local sagrado, o local que mais proíbe esse sentimento.
Esses três tipos de inveja são as mais cotidianas, mas existem invejas que são muito ruins, podendo causar ódio e destruição.
Por isso para você que é invejado, lembre-se: você não tem culpa de ser o que você é, melhor dizendo, você não tem culpa de incomodar as pessoas com sua beleza, sua simpatia, seu carisma, sua alegria, sua capacidade de conseguir coisas materiais, enfim, não se importe de receber esse sentimento ruim de outro. Por que você está sendo reconhecido, de uma forma negativa, mas mesmo assim, você está sendo lembrado, por que é especial.
Agora, para você que inveja as pessoas, lute pelas suas coisas! Você tem capacidade de conseguir o que quer! Você é especial! Todo ser humano é especial. Tem qualidades!  Por isso não inveje, esse sentimento é como um ioiô, ele sempre volta para você. Por isso pare de invejar e seja feliz!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário