segunda-feira, 6 de junho de 2011

Copa do Mundo 2014 no Brasil: A VERGONHA se resolverá com um MILAGRE!

Caros brasileiros, nesse ano escutei muito, melhor dizendo assisti muito, nos programas esportivos, telejornais e até, por incrível que pareça, em programas humoristícos, um único assunto: Copa do Mundo de 2014 no Brasil.
Para a infelicidade nossa, não eram assuntos benéficos. Sempre eram reclamações sobre a demora na construção dos estádios brasileiros para a Copa do Mundo de 2014.
Até o Presidente da Fifa, Joseph Blatter, reclamou algumas vezes disso. Em outras, recuou dizendo estar tranquilo, isso devido aos escândalos na Fifa, envolvendo também o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, depois da poeira assentar, ele voltou a reclamar.
Até disse, em entrevista a revista VEJA, que estamos atrás dos sul-africanos. É uma vergonha isso, pois a África do Sul, é um país mais pobre que o nosso, (não menosprezando a bela festa que os sul-africanos fizeram na última Copa do Mundo) mesmo assim, conseguiram mudar sua lei para o evento, ainda conseguiram realizar a tempo as obras para a Copa da Confederações, duas coisas que o Brasil não conseguiu, por quw as leis no Brasil são lentíssimas e como consequência da demora teve já dois estádios excluídos dessa competição: um em São Paulo e o de Manaus. Esses dois começando as obras a poucas semanas, a Arena Amazônia, de Manaus, antes do Itaquerão, de São Paulo.
Falando desse último estádio, que será o estádio do Corinthians, fico triste como um corinthiano, pois esse estádio era para ser construído desde 1985, ano que a estação Corinthians-Itaquera já funcionava. Mas, graças ao melhor e mais carismático, jogador, Ronaldo, o fenômeno, esse sonho, depois de 26 anos, vira realidade. E as piadas de são paulinos, palmeirenses, santistas e até ponte pretanos, vão acabar sobre o estádio do Corinthians.
Voltando aos estádios, é uma vergonha para nós brasileiros estarmos atrasados nas obras, por que fomos anunciados como sede do evento em outubro de 2007. Isso sem contar os aeroportos, que dos treze, nove serão reformados, não dando conta até a Copa do Mundo. Isso dá mal exemplo intercionalmente, mostrando que não somos pontuais e não estamos preparados para sediar uma Copa.
Se planejássemos melhor, poderíamos fazer, após o anúncio da Copa do Mundo e das Olimpíadas, cuidaríamos primeiramente dos estádios, centros de treinamentos e aeroportos, quando terminassemos isso, cuidaríamos da educação, segurança, saúde,...que andam bem precárias. Mas como deixamos tudo para última hora, vamos orar para um milagre.

   

Nenhum comentário:

Postar um comentário