quarta-feira, 4 de maio de 2016

AVALIANDO COISAS: SOMBRAS DO MEDO - CAMILA PELEGRINI

Sombras do Medo
Camila Pelegrini
2015
SINOPSE: Em um futuro pós-destruição em massa, provocada pelas guerras humanas e desastres naturais - para os quais os humanos também contribuíram grandemente - o mundo é dividido em 5 grandes regiões. Em cada uma delas vivem ordinários e singulares, pessoas com ambições completamente diferentes. Estes dominam o mundo. Aqueles tentam tão somente sobreviver.
E ao viverem dessa forma, a bondade beira à extinção. O caos reina em seu lugar, despertando forças malignas que há muito esperam para serem alimentadas.
A maior guerra de todos os tempos finalmente começa e a humanidade já se encontra em desvantagem.
E em meio a tanto ódio e destruição, será o amor capaz de afastar as Sombras do Medo?
OPINIÃO: Confesso que nunca havia lido uma distopia, o máximo que sabia sobre este gênero foi nos filmes “V de Vingança” ou “Equilibrium”. Por isso, quando comecei a ler o “SOMBRAS DO MEDO” fiquei um pouco receoso achando-o que ia ficar pesado e, consequentemente, maçante. Mas para a minha felicidade e a genialidade de Camila Pelegrini, o contexto tenso no livro se tornou uma história instigante e reflexiva.
“Como ela fez isso?”, você me pergunta. Primeiro, acrescentou a história de pós-guerra apocalíptica outros gêneros como romance, ação, intrigas... Muitos autores já tentaram isso e se perderam na mão, deixando o livro confuso e cansativo. Porém, de forma incrível, Pelegrini conseguiu colocar cada gênero na sua devida hora e no seu devido lugar da narrativa. Outro ponto muito importante é a desfocalização na personagem Anabele, pois em cada capítulo, você tem o ponto de vista de cada um e ao seu término todos se encontram num desfecho incrível da história. Citando agora as descrições, a autora não usou a maneira clássica e descreveu sucintamente os cenários, pegando o que chamo de descrição emocional, os personagens descreveram a narrativa através de seus sentimentos e ações. Infelizmente, existem livros – já citados neste blog – que utilizam deste método desnecessariamente, porém, neste quesito, Camila se superou, deixando o livro humano. Falando nisso, vale ressaltar também, a sensibilidade que ela coloca nos personagens. Não os transformando em revolucionários contra uma guerra pelo poder, mas sim em humanos com defeitos e limitações. Para finalizar este resenha, SOMBRAS DO MEDO é o melhor passaporte para quem quer conhecer o gênero distópico, tanto que para mim se tornou uma das minhas obras favoritas.
NOTA: 10



2 comentários:

  1. Resenha mais lindaa do mundo!
    Tô emocionada aquiii, Guinho!

    Muitíssimo obrigada pelo texto maravilhoso que escreveu! Amei <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Cami!
      Você merece cada palavra aqui! Seu talento é formidável! Virei fã do seu trabalho! Não que eu não seja da sua pessoa, né? rs
      Segura o coração aí mulher! hehehehe

      Que isso! Eu só fui sincero!
      E espero que muitos tenham o prazer que eu tive de ler o SOMBRAS DO MEDO! :)

      Excluir